PROFESSOR TEMPORÁRIO

Professor temporário

É grave a falta de professores nas escolas públicas de São Paulo.

Muitos alunos passam meses sem aulas, de uma ou mais disciplinas. Na falta dos docentes, ficam em sala ou no pátio, olhando para as paredes.

Uma das causas do problema é a falta de interesse que a profissão desperta. Baixos salários e condições difíceis de trabalho afastam jovens universitários.

Mas falhas de gestão de sucessivos governos do Estado também contribuem para prejudicar a qualidade da educação oferecida aos estudantes paulistas.

O Estado realiza poucas contratações de professores, e quase metade dos docentes são “temporários”, ou seja, não concursados.

A maior parte desses profissionais acaba não tendo vínculos duradouros com as escolas. Os temporários só podem escolher o colégio em que darão aula depois que os concursados já fizeram suas opções.

Acabam rodando de um lugar para outro, e é comum que mudem de escola a cada novo ano letivo.

Isso, é óbvio, causa prejuízos para o vínculo entre estudantes e mestres, e tem efeitos negativos para a qualidade da educação.

O problema, além do mais, não está restrito aos professores. Um quarto dos diretores de escola paulistas também são temporários.

Um estudo da Secretaria de Estado da Educação mostra que, quanto mais tempo um diretor permanece no colégio, melhor é o desempenho, em média, dos seus alunos.

Já passa da hora de o governo de São Paulo fazer da educação uma prioridade de fato, para além dos discursos de praxe.

O primeiro passo é realizar um número maior de concursos e diminuir a precariedade dos profissionais do ensino.

Jornal agora – editorial – 28 de novembro de 2010

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: