PREJUÍZO À EDUCAÇÃO

Editorial Folha de São Paulo-9-11-2010-pág.A/2 – Ao caudaloso histórico de erros e problemas da edição anterior do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), novas falhas vieram se somar neste fim de semana.

Cabeçalhos dos cartões-resposta foram trocados; parte das provas continha questões repeteidas ou ausentes; brechas de segurança permitiram que alunos tivessem acesso ao celular e até enviassem mensagens durante o teste.

Em meio a queixas e medidas judiciais, o Ministério da Educação acenou com a reaplicação do exame para quem se sinta prejudicado. O problema é que, numa seleção como essa, o dano de um é a vantagem de outro. Ao não garantir condições de igualdade entre os 3,4 milhões de participantes, os organizadores prejudicaram o exame como um todo.

Até 2008, o Enem servia exclusivamente para avaliar o desempenho de estudantes e escolas do ensino médio. Ao torná-lo um gigantesco processo seletivo, substituindo o vestibular, o governo também pretendeu alterar o modelo pedagógico então vigente.

A nova prova abandonou a ênfase conferida pelos vestibulares aos conhecimentos estanques e à memorização. Questões multidisciplinares e a exigência de raciocínio abstrato, presentes no Enem, deveriam induzir as escolas de ensino médio a “ensinar a pensar”  – segundo a gasta fórmula, raramente posta em prática.

Isso só acontecerá se o novo exame de fato se tornar o principal filtro de acesso ao ensino superior. Compete a cada uma das instituições públicas decidir se adere ou não a ele. Desde 2009, muitas universidades têm anunciado o seu desligamento do modelo.

Se o Enem continuar a acumular falhas e descrédito, será difícil convencer novas instituições a adotá-lo. Sucessivos erros de gestão terão inutilizado uma importante alavanca para a melhoria da educação brasileira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: