BRASIL FICA EM PRIMEIRO NA OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA

Motivo de imenso orgulho: estudantes brasileiros colocaram o Brasil em primeiro lugar – com duas medalhas de ouro e duas de prata -, na 25ª edição da Olimpíada Iberoamericana de Matemática, realizada de 20 a 30 de setembro no Paraguai. E a vitória não pára por aí –eles obtiveram, também, a maior pontuação da competição, com 133 pontos.

Vale lembrar que o único jeito do Brasil sair do caos que encobre de vergonha um povo digno, trabalhador, que não desiste em mostrar o quanto vale, é a educação.

Enquanto o plano de alguns gestores em desviar o olhar do povo para a ausência de uma política educacional estruturada der certo – caberá à nossa gente aplaudir as vitórias dos países que tratam a educação e seus profissionais como prioridade nacional.

Felizmente, ao contrário da olimpíada dos esportes – desta vez, só deu Brasil. Nossos estudantes garantiram o lugar mais alto do pódio – reservado aos melhores.

Marcelo Tadeu de Sá Oliveira Sales, estudante de Salvador, que estuda em São Paulo, ganhou a medalha de ouro com 38 pontos e obteve a maior pontuação da competição. Deborah Barbosa Alves, de São Paulo, também conquistou o ouro. Gustavo Empinotti, de Florianópolis, que estuda em São Paulo, e Matheus Secco Torres da Silva, do Rio de Janeiro, ficaram com a prata.

A Olimpíada Iberoamericana de Matemática é realizada desde 1985 com a colaboração dos Ministérios de Educação e de Sociedades de Matemática destes países. Os objetivos são fortalecer e estimular o estudo da Matemática, contribuir para o desenvolvimento científico da comunidade iberoamericana, detectar jovens talentos nesta ciência e incentivar uma troca de experiências entre os participantes.

Este ano, além do Brasil participaram Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela, , totalizando 81 estudantes.

“Uma brilhante lição destes notáveis estudantes brasileiros que aumentaram a autoestima de toda a nação. É fundamental que a educação brasileira assuma seu papel de instrumento essencial de progresso. Só o ensino qualificado e a valorização de seus profissionais podem colocar o Brasil no lugar que sempre teve direito. Finalmente, o mundo conheceu as reluzentes medalhas brasileiras. Parabéns aos participantes pela merecida conquista e pelo edificante exemplo”, declara o presidente do Centro do Professorado Paulista (CPP),  professor José Maria Cancelliero.

Com informações de sites de educação
SECOM/CPP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: