ESTUDANTE TEVE QUATRO PROFESSORES EM UM MÊS

Foto: Daia Oliver/Do R 7

No caderno do aluno da 1a série da escola municipal José Bezerra Sanches, duas professoras na mesma semana – uma no dia 11 e outra, no dia 13 de agosto

Prefeitura diz que as aulas perdidas serão repostas e que haverá concurso para docentes

No caderno de um aluno do primeiro ano da escola José Bezerra Sanches, em Francisco Morato (Grande São Paulo), está registrada a grande rotatividade de professores que ocorre na rede municipal. Há carimbos de quatro professoras só no mês de agosto, a última delas substituta. Três eram efetivas e abandonaram os cargos.

José Maria Cancelliero, presidente do CPP (Centro do Professorado Paulista), um das entidades que representa os docentes, diz que o problema se repete em todo o Estado de São Paulo.

– O problema está no salário dos professores, que é muito baixo e o trabalho é puxado. Uma hora a corda arrebenta e infelizmente é do lado mais fraco, que é o dos alunos.

A vice-diretora da escola, Simone de Melo Dutra, confirma que os baixos salários são um grande problema – R$ 1.088 para sete horas diárias de aulas. Esse é um dos motivos, diz ela, pelos quais os professores fixos desistem de dar aulas em Francisco Morato.

Há muitos professores substitutos para “tapar os buracos” na grade de aulas, afirma a vice-diretora. Ela conta que já foi dar aulas para suprir a carência de docentes.

– Esta é uma escola [José Bezerra Sanches] que tem professores que saíram para [trabalhar na] direção, coordenação e outros cargos em outras escolas. Vem professor de outro colégio para tapar os buracos, mas todos eles são substitutos.

Salário 20% mais baixo – O superintendente da Educação da cidade, Jesse Pereira Felipe (cargo equivalente ao secretário de Educação), admite a deficiência no número professores e, assim como a vice-diretora, afirma que a baixa remuneração do município afasta os educadores. Ele diz que “o salário [de Francisco Morato] é 20% menor que o da média [de outras cidades] na região” e põe a culpa na baixa arrecadação de impostos para justificar a remuneração oferecida em Francisco Morato.

As aulas perdidas de todos os alunos serão repostas aos sábados e será feito um novo concurso público para o ano letivo de 2011, de acordo com Pereira Felipe. Ele explica que os contratos de professores temporários duram seis meses e não podem ser renovados no mesmo ano devido a uma lei municipal, por isso há a troca constante de docentes.

– Não podemos nem contratar temporários como fazemos, por meio de currículos e pontuação apenas, sem avaliação. Fazemos isso por emergência. (…) Apesar de ser ruim para os alunos [ter professores temporários), precisamos ter docentes na sala de aula, não importa como.

O problema se agravou depois que deu “tudo errado” em um concurso público aberto para contratar funcionários fixos, ressalta o superintendente de Educação.

– Existe um déficit [de professores) na rede municipal hoje. Deu tudo errado no concurso do fim de 2009. Houve diversos problemas  com a empresa contratada, o edital teve que ser refeito, não havia médicos suficientes para o exame de todos os aprovados e o concurso só foi encerrado em julho. Porém, os concursados não assumiram de imediato e foram ser diretores e coordenadores em outras escolas.

Segundo a Constituição, os candidatos aprovados em concurso público têm até 60 dias para assumir a vaga. Ao não dar as aulas na escola escolhida e buscar cargos mais altos em outros colégios, os professores concursados deixam um buraco na instituição onde deveriam lecionar. Assim, explica o superintendente, é necessário contratar temporários.

Fonte: site R 7 – Notícias – site Record
Reportagem de Camila Oiveira
Repórter Fotográfico – Daia Oliver

SECOM/CPP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: