Custo de servidor no país é alto

Fonte: Jornal Agora -21-05-2010 – página 11/A – O Brasil gasta mais com seu funcionalismo público que países como Estados Unidos, Japão, Reino Unido e Espanha. O servidor brasileiro custa mais em relação ao PIB que em 16 de 26 países da OCDE (Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômicos), que reúne países ricos, segundo estudo divulgado ontem.

O número de funcionários públicos federais, estaduais e municipais no Brasil está abaixo da média dos países membros da OCDE – 12% do total de empregados, contra 22%. Mas o custo deles é um dos mais altos nessa comparação. No Brasil, correspondia a 12% do PIB em 2006, considerado no estudo, enquanto nos países do OCDE a média chegava a 11%.

O Brasil gasta menos que países onde, tradiconalmente, o serviço público tem grande peso. O estudo diz que o funcionalismo brasileiro é caro e sugere que o foco seja voltado a resultados, com menos cargos por indicações políticas.

O secretário-executivo adjunto do Ministério do Planejamento, Francisco Gaetani, admite as limitações do funcionalismo brasileiro, mas diz que o governo continuará fazendo “mais da mesma coisa”.

Gaetani afirma que já é dada uma atenção ao gasto com pessoal no governo, e que o Executivo tenta implementar a remuneração por desempenho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: