Câmara Municipal de São Paulo homenageia CPP

A Câmara Municipal de São Paulo, em sessão especial, nesta sexta-feira (16/4), prestou significativa homenagem ao Centro do Professorado Paulista – (CPP), pela passagem de seu 80º aniversário. Foram 80 anos de lutas, conquistas e, sobretudo, de muito trabalho e dedicação à causa o magistério paulista.

 Durante o evento, foram homenageados, pelos seus méritos enquanto educadores, Marizete Santos e Mari Taniguchi, ambos escolhidos pela Sede Central, Ana Silvia Lima, da  Subsede Centro Leste, Maria Aparecida Botão Freire, da Subsede Leste, Melúzia Ribeiro Luiz Kriyu, da Subsede Norte, Eduardo Césere Basaglia, da Subsede Oeste e Laerte Marangão, da Subsede Sul.

 “Esse evento dá a exata dimensão  do tamanho da credibilidade e da importância do CPP no Estado de São Paulo”, disse, em seu discurso, o professor José Maria Cancelliero, presidente do CPP. “Registramos, bem recentemente, a promulgação do Decreto Legislativo número 206, de 8 de abril deste ano, onde o Congresso Nacional homologa a convenção 151 e a Recomendação 159 da Organização Internacional do Trabalho – OIT, o qual concede, aos servidores públicos, os mesmos direitos dos demais trabalhadores, perante a classe patronal, principalmente no tocante ao direito de greve. Para que se possa  avaliar o pioneirismo de nossa entidade , nós já agíamos de acordo com o estabelecido na convenção há décadas”, enfatizou.

 Com relação aos 80 anos de história da entidade, assim se expressou o presidente do CPP: “Os eméritos professores que me antecederam, souberam dirigir a entidade constituindo diretorias e bem acolhendo colaboradores para manter viva a luta em favor dos profissionais do magistério na busca constante pela qualificação da escola pública paulista. Assim, passaram oito décadas a agregar forças, a superar adversidades e a conquistar vitórias, sempre em união”. Finalizando, e muito emocionado, o presidente da entidade declarou: “Estou feliz por fazer parte desta plêiade, e não vou decepcioná-los”.

O presidente da Câmara dos Vereadores, Eliseu Gabriel, professor e associado da entidade, ressaltou a importância das lutas do CPP ao longo destes 80 anos e fez questão de lembrar que a entidade foi uma das primeiras a ser fundada no Estado de São Paulo e que sempre esteve presente, lutando, tanto pela educação de qualidade, como pela preservação da dignidade dos professores.

A professora Rosely Arrojo, mebro da Diretoria Executiva do CPP, uma das mentoras do evento, em seu discurso disse o quanto é interessante a história do CPP, o seu respeito pela educação e preocupação com o nosso país. Chamou a atenção para a importância que a mídia tem em relação aos fatos. “Os governos sempre tentaram nos sufocar: uns mais, outros menos. Interessante, é que as lutas de outros tempos continuam sendo a nossa luta de hoje, com muito mais agravantes. Sem o menor pudor, os governos querem nos amordaçar tentando colocar a opinião pública contra nós. Utilizam-se da imprensa vendida, comprometida com propagandas oficiais, para dizer à população que a culpa pelas mazelas da Educação são dos professores. Só que não contam, a esta mesma população, o descaso com que tratam a Educação Pública, na figura dos seus profissionais. Só que não dizem a esta população a falta de compromisso que estes governantes de plantão têm com os educadores aposentados e mesmo com a formação dos professores da ativa. Insistem em não saber que os recursos destinados à educação Pública não chegam à sala de aula. os nossos governantes de plantão fazem questão de esquecer de dizer ao povo que os jovens de hoje não procuram mais o ofício de professor. Eu pergunto: Quem ensinará às futuras gerações? Quem ensinará nossos filhos, nossos netos? O CPP nunca se calou! Tenham a certeza de que jamais se calará! Enquanto existir um professor existirá uma chama ardente de liberdade, de esperança, de respeito à vida, de preocupação com a Educação. Os 80 anos do CPP, é a prova da imortalidade de um ideal”, afirmou Rosely.

Mestre gabaritado, o professor Eduardo Césere Basaglia foi o orador dos homenageados. Expressando-se com emoção declarou: “para mim é um privilégio representar o CPP nos seus 80 anos de vida, numa trajetória marcante, compromissada com a qualidade da escola pública. Para nós, homenageados, reforça ainda mais o amor e a dedicação pelo ensino. Intensifica ainda mais o desejo em participar das ações do CPP. Tenho certeza de que estaremos mais atentos e felizes com o sucesso do magistério e recompensados com as vitórias do professorado”, completou Basaglia.

Professores homenageados expressam, em seus depoimentos, a alegria de participar do evento:

 “Estou muito feliz, é uma vitória. Venho batalhando desde 1993. Só tenho que agradecer a essa entidade”, assim se expressou a  professora Marizete Santos.

“A emoção é grande!” assim se expressou a professora de português, Maria Aparecida Botão Freire,  há 17 anos lecionando na mesma escola, em São Miguel Paulista. “O CPP é uma entidade idônea que conheço há muitos anos e que sempre me atendeu quando precisei. Ser homenageada por uma instituição com esta história é, indiscutivelmente, uma grande honra”, afirmou.

Nascida no Japão, a professora Mari Taniguchi, que dá aula de física e matemática, declarou: “fiquei tão comovida pelo convite que na hora nem acreditei. Realizei todos os meus estudos no Brasil e me tornei uma profissional na área da educação. Sou brasileira de coração.”

“Sinto-me feliz e gratificado por ser homenageado pelo CPP,  que sabe respeitar o professor – coisa que não acontece com o nosso governo”, comentou o professor Laerte Marangão.

A professora Melúzia Ribeiro Luz Kiryu, declarou que se sente uma pessoa diferenciada por ter recebido essa homenagem do CPP. É uma honra ser homenageada por uma entidade que completa 80 anos, que sempre nos dá apoio, respeito, e que sempre valorizou os profissionais da educação.

Para a professora Ana Silvia Lima, foi uma surpresa  gratificante.

“esse evento me fez recordar o passado, me fez voltar ao meu ingresso na carreira. Dou aula de Geografia. Quando era criança queria viajar  e conhecer o mundo. Agora, viajo todos os dias, com os livros de geografia, e bem acompanhada pelos meus alunos.”

SECOM/CPP

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: