Tire suas dúvidas sobre o bônus da Educação

Jornal Agora-13-04-2010-pág.A/11 – entrevista do professor José Maria Cancelliero -presidente do CPP

Perguntas sobre cálculo da grana extra lideram as reclamações dos professores da rede estadual. Neste ano, segundo entidades do setor. As principais dúvidas dos professores sobre o bônus da Educação são sobre o cálculo do prêmio dos servidores, segundo o presidente do CPP (Centro do Professorado Paulista), José Maria Cancelliero.

Uma queixa frequente é a de professores que não dão aulas nas disciplinas que serviram de base para o cálculo do bônus. Isso ocorre porque o cálculo do benefício é feito com a nota da escola no Idesp (índice de desenvolvimento da Educação) de 2009.

Para isso, usa-se a nota dos alunos nas provas de português e de matemática no Saresp (sistema de avaliação de rendimento escolar).

Como só alunos do último ano do nível de ensino são avaliados, há professores de séries intermediárias que dizem que o resultado é do desempenho de seus alunos.

Segundo a Udemo (sindicato dos diretores) e a Apase (sindicato dos supervisores), muitos não entendem os bônus com valores diferentes na mesma escola. Isso pode ocorrer, pois o bônus é pago por ciclo aos professores e pela média da escola para os outros servidores.

A Secretaria de Estado da Educação diz que há queixas por falta de registro de presença do servidor e que o prêmio é calculado pelo trabalho da escola.

Veja como pedir a revisão do cálculo – Quem não concorda com o valor do bônus ou não teve direito ao prêmio pode recorrer à diretoria de ensino da escola onde atua, segundo a Secretaria de Estado da Educação. A secretaria tem uma comissão para analisar os pedidos de revisão. Amanhã e na quinta-feira, o DRHU (Departamento de Recursos Humanos) receberá servidores escolhidos pelas diretorias de ensino para tirar dúvidas, inclusive sobre o bônus. Os sindicatos prestam assessoria para quem tiver queixas.

Algumas questões dos professores:

? Eu e meu colega damos aula em uma mesma escola, mas tivemos bônus diferentes. Como isso é possível? O cálculo foi feito a partir do desempenho da escola no Idesp de 2009. O bônus é calculado de acordo com o ciclo de ensino (4a série, 8a série e ensino médio) em que o professor dá aulas. Assim, uma escola pode ter sido “aprovada” na 4a série e “reprovada” no ensino médio, o que faz com que apenas os professores da 4a série  tenham direito ao benefício.

? Professores e funcionários de uma mesma escola têm o mesmo bônus? Não. O bônus do professor é calculado de acordo com o ciclo de ensino no qual ele dá aulas. Para outros funcionários, é considerada a média geral da escola. Diretores de ensino e supervisores têm o bônus calculado pela média da diretoria de ensino.

? Por que professores de um mesmo ciclo tiveram bônus diferentes? O bônus é reduzido de acordo com o número de faltas do professor. As únicas faltas que não geram desconto são as licenças por maternidade, paternidade e adoção.

? Como foi o cálculo do bônus para quem dá aulas em mais de um ciclo? Esses professores recebem bônus proporcional à carga horária exercida em cada ciclo.

? Como é o cálculo do bônus paa quem dá aulas em mais de uma escola? O professor recebe valor proporcional à carga horária que possui em cada ciclo das escolas em que trabalha.

? Não concordo com o valor que recebi, pois tive poucas faltas. Onde posso reclamar? As queixas devem ser encaminhadas à diretoria de ensino onde os funcionários trabalham. Também é possível reclamar para os sindicatos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: