Política aumenta distorção na rede, afirma professor

Fonte: Folha de S.Paulo-30-03-2010-pág. C/9 – A política do bônus aumentará as distorções na rede de ensino, afirma o pesquisador Rubens Barbosa de Camargo, da Faculdade de Educação da USP. (FT).

Folha – O sr. prefere reajuste para todos ou por desempenho?

Rubens Barbosa de Camargo – Sou contra a política de pagamento com base em mérito. Ela favorece os que já estão mais favorecidos, que trabalham em escolas mais organizadas. Assim, aumenta a distorção na rede, pois os que trabalham em condições piores têm menos chances de bons resultados. E em nenhum lugar do mundo algo parecido foi implementado sem anos de discussões. Aqui saiu da cabeça de um político.

Folha – Não é lógico pagar mais a quem tenha mais resultado?

Camargo – Pode ser em uma empresa. Como medir a eficiência na educação? A escola não é apenas ensino de português e matemática.

Folha – O que acha da greve?

Camargo – Chegou a esse nível, de confronto, porque o governo não dialogar. Os salários estão defasados, os professores estão legitimamente reivindicando melhores condições de trabalho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: