Veja por que bônus é diferente na mesma escola

Matéria do Centro do Professorado Paulista (CPP) -Jornal Agora -27-03-2010-página A/11 

Valor do benefício muda de acordo com a jornada de trabalho e a nota dos ciclos de ensino em que professor trabalha, diz secretaria. Servidores de uma mesma escola do Estado podem ter recebido bônus diferentes. Isso ocorre porque cada tipo de servidor tem um índice para o cálculo, feito a partir do desempenho das escolas no Idesp de 2009 (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo).

Professores, por exemplo, têm bônus calculado pelo ciclo de ensino no qual eles dão aulas (1a a 4a séries, 5a a 8a e ensino médio). Portanto, em uma escola que foi “aprovada” na 4a série e “reprovada” no ensino médio, só terão bônus os professores do primeiro ciclo do ensino fundamental.

No caso de dois professores que trabalhem em um mesmo ciclo (8a série, por exemplo) que tenha atingido as metas do Idesp, é possível que a bonificação seja distinta, pois as faltas do servidor – inclusive as justificadas – reduzem o valor bruto do bônus.

Outra possibilidade é que esses professores tenham jornadas de trabalho diferentes, ou trabalhem em mais de uma escola. Com isso, o cálculo é proporcional ao índice atingido em cada unidade.

Um professor que dá aulas em mais de um colégio recebe o bônus proporcional à carga horária que possui em cada ciclo da escola em que atua.

Exemplo – Um docente, por exemplo, dedica 20% de sua carga horária à 8a série na escola A, 50% de sua carga horária na 8a série da escola B e 30% da carga horária no ensino médio também da escola B. Ele terá que considerar as notas do Idesp de 2009 nas três situações. Nesse caso, será feita uma média com as notas e será considerada a proporção da jornada do professor na 8a série na escola A, além das notas na 8a série e no ensino médio da escola B.

Os pedidos de revisão de valores do bônus da Educação devem ser encaminhados à diretoria de ensino onde os funcionários trabalham. A Secretaria de Estado da Educação criou uma comissão especial para analisar os recursos. Além disso, o servidor pode reclamar nos sindicatos, como o CPP (Centro do Professorado Paulista) e a Apeoesp (sindicato dos professores).  

Bônus varia de funcionário para funcionário – O Bônus é calculado pelo desempenho das escolas no Idesp de 2009, mas seu valor muda de acordo com o cargo do funcionário e o número de faltas.

Algumas dúvidas frequentes

Eu e meu colega damos aula na mesma escola, mas tivemos bônus diferentes. Como isso é possível?

O cálculo do bônus foi feito a partir do desempenho da escola no Idesp de 2009. O bônus dos professores é calculado de acordo com o ciclo de ensino em que ele dá aulas (4a série, 8a série e ensino médio). Assim, uma escola pode ter sido “aprovada” no ensino médio, o que faz com que apenas os professores da 4a série tenham direito ao benefício. Da mesma forma, os professores de ciclos diferentes têm premiações distintas.

Professores e funcionários de uma da mesma escola têm bônus iguais?

Nem sempre.O Bônus do professor é calculado de acordo com o ciclo de ensino no qual ele dá aulas. Já o dos outros funcionários (diretor, professor-coordenador, agente escolar e secretário) é calculado pela média geral da escola nos ciclos avaliados. Diretores de ensino e supervisores têm o bônus pela média da diretoria de ensino.

Por que professores de um mesmo ciclo têm bônus diferentes?

Porque as faltas são descontadas – até as justificadas e as licenças-prêmio. Licenças por maternidade, paternidade e adoção não geram desconto.

Como foi o cálculo do bônus para quem dá aulas em mais de um ciclo?

Esses professores recebem bônus proporcional à carga horária exercida em cada ciclo. Um professor que dedica 40% de sua carga horária à 8a série e 60% ao ensino médio, por exemplo: se o índice da 8a série foi 1 e o do ensino médio foi 0,3, o bônus dele vai considerar essa proporção e o índie dele será de 0,58 (40% de 1 e 60% de 0,3 = 0,4 + 0,18 = 0,58).

Como é o cálculo do bônus para quem dá aulas em mais de uma escola?

O professor recebe proporcional à carga horária dele nos ciclos em que trabalha.

Boletins das escolas estão no site – Os professores e demais funcionários das escolas estaduais podem consultar as notas de sua escola no Idesp de 2009 pelo site http://idesp.edunet.sp.gov.br. As notas foram divulgadas ontem. O professor pode saber qual o bônus que está sendo pago pelo desempenho das unidades (a classificação é feita por ciclo de ensino) pelo link “Boletim da Escola 2009”. Apesar de o Secretário de Estado da Educação, Paulo Renato Souza, ter prometido que as notas estariam no site na última segunda-feira, os dados só foram ao ar ontem.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: