Confira o bônus de quem não é professor

Fonte: Jornal Agora -26-03-2010-pág.A/11 – Diretor, supervisor, e outros servidores têm a bonificação calculada por meio da média da escola na qual trabalham

O bônus da Educação, que foi pago a 209.833 servidores estaduais ontem (25/3), não premia apenas os professores.

Do total de 209.833 funcionários que receberam o benefício, 33.235 fazem serviços administrativos ou são agentes escolares (como merendeiras e inspetores).

Para esses servidores e também para os diretores das escolas, o cálculo do bônus tem regras diferentes. Nesses casos, vale a média geral das escolas no Idesp de 2009 (índice de desenvolvimento de educação do Estado), obtida pelo desempenho de todos os alunos da unidade.

A bonficação de merendeira, funcionários da limpeza, secretários e oficiais administrativos segue essa regra. A meta geral da escola é calculada pelas notas em todos os ciclos de educação (4a e 8a séries e ensino médio), além da proporção de alunos avaliados em cada nível.

Portanto, o critério é diferente do utilizado para os professores. No caso dos docentes, o bônus é calculado de acordo com o resultado do Idesp no ciclo de ensino em que ele dá aulas, que pode ser na 4a série, na 8a série e no ensino médio.

Assim, uma escola que teve os três ciclos de ensino avaliados no Idesp  de 2008 e 2009 pode ter sido “reprovada” no ciclo da 4a série porque teve piora no desempenho.

Nesse caso, os professores do ciclo que não evoluiu não terão direito ao bônus. Porém, se as notas dos outros ciclos melhoraram, os demais funcionários poderão ter o bônus, porque o benefício deles segue a média da escola, e não só a nota de um nível.

Os supervisores e funcionários das diretorias de ensino e da Secretaria de Estado da Educação, por sua vez, têm o benefício calculado de acordo com a média da diretoria de ensino em que trabalham.

A diretoria centro, por exemplo, teve média de 0,89. Os dirigentes de ensino desta área, que têm salário inicial de R$ 4.711,53, terão bônus máximo de R$ 10.063,83, considerando que o servidor não tenha faltado no ano passado. As ausências de 2009 são descontadas do valor do bônus do funcionário.

O valor integral do bônus é de 2,4 salários (considerando as gratificações). Os funcionários podem receber uma quantia proporcional, integral ou até 20% maior do que a integral, de acordo com o cumprimento das metas no Idesp pelas escolas.

As escolas têm uma meta a cumprir a cada ano. Assim, o estabelecimento onde o servidor trabalha deverá ter evoluído no índice em relação ao registrado em 2008.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: