Em meio à greve, Serra anuncia bônus a professor

Jornal de Campinas – 23-03-2010 – comentário Professor José Maria Cancelliero – presidente do Centro do Professorado Paulista (CPP) –  O governador convocou hoje (22/3) 300 educadores para o anúncio do pagamento do Bônus por Resultado de 2010

Em meio a uma greve de professores e a manifestações que pararam por duas sextas-feiras a Avenida Paulista, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), convocou nesta segunda-feira (22/3) 300 educadores para o anúncio do pagamento do Bônus por Resultado de 2010, no Palácio dos Bandeirantes. Os convidados aplaudiram com vigor o discurso do governador e do secretário estadual da Educação, Paulo Renato Souza. Serra aproveitou os holofotes para se colocar como o comandante de uma ‘revolução silenciosa’ na educação paulista, que ‘vai marcar época’. O tucano não mencionou a greve em seu discurso e deixou o evento sem falar com a imprensa. Para o tucano, sua gestão foi capaz de resolver ‘questões seculares’, como a progressão da carreira do magistério. No ano passado, Serra institui o Programa de Valorização pelo Mérito, que permite reajuste de 25% a até um quinto dos professores a cada ano. O Sindicato dos Professores do Estado (Apeoesp) posicionou-se contra os programas de bônus e de valorização pelo mérito. A única referência direta de Serra à Apeoesp foi ao citar o material didático usado no Programa Ler e Escrever. ‘O sindicato tem horror à apostila’, afirmou. ‘O sistema de ensino incentiva a formação, a qualidade e o conhecimento. É um bom sistema, portanto. Ninguém pode ser contra isso. Ou não poderia.

Sem negociação – O secretário Paulo Renato reiterou que o Estado não reajustará o salário dos professores, como pedem os grevistas. ‘Não consideramos nesse momento um reajuste no salário-base’, afirmou. ‘Eu mesmo não sei quais são efetivamente as reivindicações da Apeoesp. A cada dia vemos na imprensa uma lista de reivindicações diferentes. De acordo com Paulo Renato há abertura para diálogo com os sindicalistas, mas a conversa esbarra nas ‘motivações políticas’ da greve. ‘Eles declararam a greve sem ter conversado conoso’.

(meu comentário) – O governo deveria utilizar estes recursos para reajustar os salários. Neste ano, o orçamento do bônus é de R$ 655 milhões. Transformar este valor em índice de reajuste beneficiaria toda a categoria, inclusive os aposentados, que são os mais prejudicados por esta política do governo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: