CPP CRITICA BÔNUS ANUNCIADO PELO GOVERNO

Segundo informações do governo, 73% das escolas cumpriram ou ultrapassaram metas e, por esta razão, cerca de 210.000 funcionários receberão o bônus no próximo dia 25/3.

Os professores e demais profissionais da Educação cujas escolas tiveram bom desempenho no IDESP (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo) vão receber, no pagamento a ser realizado no próximo dia 25 de março, o Bônus por Resultado. No total, o Governo do Estado vai pagar R$ 655 milhões na premiação, um crescimento de 10,9% em relação aos R$ 590,6 milhões utilizado no Bônus pago em 2009.

Os servidores poderão saber de quanto será o seu bônus a partir de hoje (23/3), de acordo com previsão da Secretaria de Estado da Educação. O IDESP (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo) – que mostra o desempenho da escola na avaliação feita pelo governo – será liberado para consulta no site IDESP: www.edunet.sp.gov.br.

A crítica que os professores representados pelo Centro do Professorado Paulista (CPP) fazem é quanto a não incorporação do bônus aos salários dos Profissionais da Educação. “Não somos contra o bônus. Só gostaríamos de ter nossos salários reajustados e recuperar o nosso poder de compra. Em 2009, o governo não repôs sequer a inflação”, diz José Maria Cancelliero, presidente da entidade.

O professor José Maria ressalta que apesar de o governo anunciar que 117 mil servidores receberão mais de R$ 2.500, quase a mesma quantidade de servidores receberá valores bem menores, que podem chegar a R$ 100,00 ou a R$ 10,00. “O governo deveria utilizar estes recursos para reajustar os salários. Neste ano, o orçamento do bônus é de R$ 655 milhões. Transformar este valor em índice de reajuste beneficiaria toda a categoria, inclusive os aposentados, que são os mais prejudicados por esta polítia do governo”, afirma o presidente do CPP.

Anúncios

Uma resposta para CPP CRITICA BÔNUS ANUNCIADO PELO GOVERNO

  1. Amália disse:

    Não recebi NADA, tenho 5 faltas (1 doação de sangue e 4 abonadas),minha escola não atingiu o INDICE, e teve várias “reprovações”, e como castigo a essas reprovações os professores não recebem NADA. Porém como pode alguns professores,com várias faltas, da mesma escola receber R$ 100, 200, 500. O que justifica então uns receberem outros não da mesma escola? Isso é apenas um pequeno reflexo da falha de critérios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: