Escola abandonada

Fonte: Jornal Agora-27-02-2010-editorial-Depois da crise de 2009, a economia do país engrenou e vai crescer neste ano. Mas um problema importante apareceu: faltam profissionais preparados.

Os governantes têm papel fundamental nessa tarefa, mas muitas vezes dão a impressão de que essa necessidade não tem nada a ver com eles.

É o que se pode pensar diante do que está acontecendo na Escola Técnica de Saúde Pública Professor Makiguti, na zona leste da capital, administrada pela prefeitura. Faz quase um mês que recomeçou o ano letivo, e ainda faltam professores. Dos 32 educadores, 13 foram demitidos no final do ano passado e vagas ainda não foram preenchidas.

O próprio secretário de Educação do município já reclamou da burocracia que dificulta a contratação de professores na cidade. Se for esse o caso na escola Professor Makiguti, não basta a prefeitura fazer o diagnóstico. Precisa agir – e rápido.

Muitos alunos têm outra suspeita: a escola estaria sendo “sucateada” de propósito. Baseiam esse temor no fato de que a prefeitura tampouco providenciou, até o momento, a realização do exame para selecionar alunos.

É difícil acreditar nessa hipótese. Seria o fim do mundo. A Professor Makiguti oferece cursos nas áreas de farmácia, análises clínicas e gestão em serviços de saúde. É uma esperança de profissionalização e de vida melhor para muita gente.

Não dá para aceitar que uma escola como essa seja simplesmente abandonada.

Professor deixe seu comentário!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: