Um diretor de escola e sua família dedicada à educação

José Ramos de Brito (1926-2010) – Devido às exigências profissionais, o pai de José Ramos de Brito vivia mudando de cidade com a família.

Nascido em São Paulo, Brito passou a infância em Brodowski e Pirajuí, ambas no interior. O pai foi diretor de colégio, e a mãe, professora.

Com a educação no DNA, ele  e as três irmãs seguiram a profissão dos pais. E mais: além de ter sido casado com uma professora, sua filha, Marina, leciona inglês.

Aulas mesmo, ele deu poucas – começou em 1948, como professor, em Tanabi (SP). O grosso de sua carreira foi como diretor de escola, cargo do qual se aposentou em São Bernardo do Campo (SP).

Na mesma cidade, chegou a ser vereador, de 1969 a 1976, pela Arena, como conta a filha. Segundo ela, o pai sempre brigou pelo reconhecimento profissional da categoria.

Membro do Conselho Suprior do CPP (Centro do Professorado Paulista) desde 1958, por anos ele escreveu uma coluna sobre o educação no jornal da entidade.

Também formado em direito, foi ainda advogado da Viação Cometa e da Vasp.

Com um filho formado médico, a área educacional, antes predominante, começou a ser ultrapassada pela medicina na família. Vários de seus netos escolheram a área.

Viúvo desde 2005, morreu na quarta, aos 83, devido a vários AVCs (acidentes vasculares cerebrais). Teve dois filhos e cinco netos. A missa de sétimo dia será no domingo, às 19h, na igreja Matriz São João Batista, em Rio Claro, onde vivia ultimamente. (Publicado no jornal Folha de São Paulo -9-02-2010-pág.C/8- Reportagem local – Estêvão Bertoni).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: