Veja gabarito da prova para reajuste do professor

Jornal Agora – 05-02-2010-pág. A/21

Matéria: CPP – Governo vai dar aumento de 25% para até 20% dos integrantes do magistério; reajuste só chegará para quem tirar as melhores notas . Professores de educação básica 2 e de educação especial da rede estadual já podem consultar os gabaritos das provas realizadas na última terça-feira para o processo de promoção do magistério.

Os gabaritos de alemão, francês, italiano, psicologia e educação especial estão disponíveis no site do Agora (www.agora.com.br).

Quem não concordar com as respostas poderá recorrer até hoje. O procedimento deverá ser feito pelo site www.cesgranrio.org.br, no canto superior direito da página, no link “Seesp – Processo de Promoção”.

Segundo a Secretaria de Estado da Educação, cerca de 95,4 mil professores se inscreveram para a avaliação que permite obter aumento de 25% sobre o salário-base. Para isso, é necessário conseguir, pelo menos, seis pontos na prova, de um total de dez.

No entanto, o reajuste só será concedido para até 20% do total de integrantes do magistério, estimado em 220 mil servidores, de acordo com a Secretaria de Estado da Educação. Assim, apenas 44 mil docentes poderão receber o aumento, mesmo se mais professores atingirem a nota mínima na prova.

Para fazer a avaliação, os candidatos precisaram cumprir requisitos, como tempo mínimo no mesmo cargo e na mesma escola, além de pontuação obtida pela frequência em sala de aula (faltas).

Segundo o secretário da Educação, Paulo Renato Souza, o resultado deverá sair em março. O reajuste será retroativo a primeiro de janeiro deste ano.

A partir do ano que vem, as provas serão realizadas no mês de julho, e o edital deverá sair em maio. Os efeitos da promoção no salário terão validade a partir de 1 de julho do ano correspondente.

44 mil poderão ter aumento neste ano – O Secretário Paulo Renato Souza afirma que 44 mil servidores (cota máxima de professores que podem ser beneficiados) irão receber o reajuste neste ano.

Nos anos seguintes, entretanto, essa cota poderá ser menor, pois está vinculada ao orçamento disponível, em cada ano, no governo estadual.

A Apeoesp, o CPP, a Udemo e a Apase, sindicatos dos integrantes do magistério, criticam a limitação do número de docentes que podem ter reajuste salarial. Segundo eles, o sistema exclui 80% da categoria e não corrige as perdas salarias.  (AMV)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: