Professores de mal com tecnologia

Fonte: Fundação Vitor Civita-28-12-09

Estudo diz que educadores não conhecem computadores o suficiente. Conforme pesquisa realizada pela Fundação Vitor Civita em 400 escolas de 13 capitais brasileiras mostra que os professores ainda dão preferência aos programas mais simples, quando utilizam o computador com seus alunos. Para a metade dos entrevistados, o software mais usado é o de edição de texto, seguido por programas de visualização de mapas (48%) e editores de apresentação.

Segundo o estudo, falta preparo aos docentes para inserir as novas tecnologias de forma eficiente dentro de sala de aula. A atividade mais realizada pelo professor com seus alunos é editar digitar e copiar conteúdos, aponta a pesquisa.

Para os especialistas o investimento feito pelos governos – federal; estaduais ou municipais – para equipar as escolas se torna uma estupidez se não houver preparação dos professores para trabalhar com as tecnologias. Para eles não adianta nada instrumentalizar. O computador já é uma realidade na escola, mas o problema fundamental é que o professor não utiliza o recurso como instrumento didático. È ínfimo o potencial que se está utilizando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: