UM ANO A MAIS NA ESCOLA

O  tempo que as crianças devem passar na escola aumentou. Em vez dos antigos oito anos de ensino fundamental, agora são nove. Com a mudança , vejo a discussão: crianças de cinco anos já podem ser matriculadas no primeiro ano?

O governo decidiu que não. A partir de 2011, só as que tiverem seis anos completos, ou que façam aniversário até 31 de marços daquele ano, poderão dar início aos seus anos de estudo.

É curioso como o debate não toca no ponto mais importante. Tenha cinco ou seis anos, as crianças dessa idade precisam de uma atenção e de um tipo de ensino diferente daquele de um menino ou de uma menina de sete anos ou mais. Não basta acrescentar um ano ao período de estudos das criançs e jogá-las na escola, acreditando que está tudo bem assim.

Para os mais novos, é preciso desenvolver uma pedagogia especial, que seja capaz de prender a sua atenção e de, aos poucos, iniciá-los no mundo da leitura e dos números. É importante preparar as crianças para o futuro de maiores responsabilidades – com provas e deveres de casa – que virão a encontrar.

Mas será que as escolas estão preparadas? Há professores capacitados a lidar com essas crianças? Já se começou a elaborar um currículo específico?

Pode não parecer, mas um ano a mais escola faz muita diferença. Se bem planejado, pode ajudar a mudar, para melhor, a qualidade da educação no Brasil. Mas pode também ser uma oportunidade desperdiçada, se o governo e a sociedade não se esforçarem para aproveitá-la.

Editorial do Jornal Agora – 14-12-09- página A/3 – Deixe seu comentário!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: