Prepara-se para a prova para temporários

Jornal Agora – 14-12-09- pág. A/12

Reportagem de Amanda Mont’Alvão Veloso

Teste do concurso para professor do Estado será domingo. Veja as dicas para ir bem na avaliação e garantir a sua vaga

No próximo domingo, serão realizadas as últimas provas à contratação na rede estadual de ensino. Professores de educação especial e de educação básica 2 farão os exames às 8h30 e às 14h.

Os locais de aplicação poderão ser consultados no site da Vunesp (www.vunesp.com.br), organizadora da seleção para professores.

A avaliação permite que os docentes participem do processo de atribuição de aulas no ano que vem. Além disso, ela é obrigatória e será utilizada em todas as contratações feitas pela rede estadual.

O exame é eliminatório. Para participar do processo de escolha de aulas, é necessário acertar pelo menos 40 pontos, o que corresponde à metade da pontuação total. Porém, uma resolução da Secretaria de Estado da Educação garante que os candidatos que acertarem 40% da prova (32 pontos) possam completar a nota com o tempo de serviço, que vale até oito pontos.

A prova será elaborada pela Escola de Formação de Professores. Segundo Vera Cabral Costa, diretora da instituição, os cursos de formação promovidos pela secretaria para professores que já estão na rede têm o mesmo direcionamento das provas que serão realizadas. Para quem ainda não está contratado, vale estudar o conteúdo pedido no edital.

A bibliografia será utilizada por todas as avaliações e concursos futuros da Secretaria de EStado da Educação.

A lista de livros e as competências exigidas para cada cargo podem ser consultadas no site da Vunesp.

Mas, segundo a professora Maria Cláudia Junqueira, do CPP (Centro do Professorado Paulista), pode ser difícil estudar todas as referências, pois a lista é bastante extensa. “È bom formar grupos de estudos e dividir os conteúdos.”

Para dar conta de tantas matérias, ela recomenda que o candidato utilize a metodologia que funcionar melhor pra ele. Vale até mesmo anotar os lembretes em um pequeno caderno.

Quanto ao conteúdo, a dica é conhecer a legislação básica e saber as propostas curriculares de ensino, que serão questionadas na avaliação. Estudar os documentos institucionais também é fundamental, diz Maria Cláudia.

“Ao estudar a proposta curricular, o candidato conhece os autores de referência, responsáveis pelo conteúdo teórico. Esses autores são os mesmos da bibliografia”, disse.

Dicas: Estude com base na legislação básica e nos documentos institucionais; Constextualize com os autores recomendados na bibliografia, que é grande e complexa; Tenha domínio das propostas curriculares de ensino; Faça um grupo de estudo para dividir o material; Participe de teleconferências oferecidas pela Secretaria da Educação; Utilize a metodologia de estudo que funcione melhor para você: vale fazer resumos, anotações ou levantar questões que poderão ser pedidas na prova.

Fonte: “Diário Oficial” do Estado e professora Maria Cláudia Junqueira, do CPP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: