MAIS UMA VEZ FOMOS LUDIBRIADOS!

O PLC 29/2009 transformou-se na Lei Complementar 1097/2009, dia 28 de outubro (Dia do Funcionário Público) – o Diário Oficial publicou a suposta redenção do Magistério Paulista, no entender dos nossos governantes.

Não foi por falta de trabalho e luta das entidades para impedir essa ilegalidade que vai instalar, dentro de nossa classe, a discriminação e condenará os nossos aposentados à exclusão.

Alertamos o Secretário da Educação e não fomos ouvidos, recorremos à Assembleia Legislativa, “a Casa do Povo”, onde deparamos com a surdez de 48 deputados que preferiram obedecer ao Palácio dos Bandeirantes e votar a proposta, que nem sequer apreciaram, pois não passou por nenhuma Comissão Legislativa, na calada da noite.

Resta-nos, agora, o Poder Judiciário, onde buscaremos guarida, esclarecendo o ato ilegal inconteste, pois, a modificação do nosso Plano de Carreira deveria passar por uma avaliação da Comissão Paritária, prevista no art. 25 da LC 836/97.

Com esta festa que o governo está fazendo em toda imprensa sobre a pretensa Valorização do Magistério, ele esconde da população que, nestes dois últimos anos, não corrigiu os salários dos Profissionais da Educação nem mesmo repondo os índices da inflação.

O salário inicial do professor por 30 horas semanais é R$ 981,88 para o PEB I e R$ 1.136,64 para o PEB II (LC 1094/2009). A diferença que sai na imprensa: bônus, gratificações, etc., é pura maquiagem.

Colegas, não olhem as balelas fornecidas aos jornais, olhem sim, para o seu holerite.

E a luta continua. O CPP sempre foi, e continua sendo, a trincheira de defesa da dignidade do professor e da qualidade da Escola Pública.

Uma resposta para MAIS UMA VEZ FOMOS LUDIBRIADOS!

  1. Elda Tedeschi disse:

    Devemos parar e perguntar: estamos batendo palmas para o quê? Sim, porque, enquanto nossos políticos nadam em dinheiro, arrumam desculpas, algumas bastantes questionáveis, para seus reajustes, suas ajudas de custo etc… etc… O povo brasileiro está morrendo nas filas de hospitais, sem atendimento, outros dormindo em calçadas, morrendo de fome… Isso é um Brasil que brilha? Médicos mal pagos, educação no fundo do poço, porque todas as mudanças são decididas em gabinetes, programadas e aceitas pelos que não entendem nada de educação, porque só têm conhecimento acadêmico. Assim nada pode melhorar. Quanto que eles ganham? E o professor que enfrenta o dia a dia uma sala de aula, com todo tipo de aluno e em péssimas condições de trabalho? Será que esse Brasil decola? Ou isto será pura ilusão? Embaixo da casca, a ferida está mais ativa. Pobre Brasil…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: