EDUCAÇÃO É COISA SÉRIA

Os baixíssimos salários dos Profissionais da Educação levam a categoria ao desestímulo e à desesperança, mas não a faz parar de lutar!
A educação, no Estado de São Paulo está tomando um rumo perigoso, que compromete o futuro das novas gerações.
As condições salariais e de trabalho, nas escolas, estão muito aquém do pretendido pela categoria, e do que a população merece, de fato.
O mais decepcionante é a maneira como o governo estadual trata os Profissionais da Educação, principalmente os aposentados. O Governo simplesmente os ignora.
O governador Serra está mais preocupado com grandes obras eleitoreiras e em fazer promessas falsas, que iludem a população, visando, unicamente, a campanha para a Presidência da República, no próximo ano.
Não são apenas os Profissionais da Educação os prejudicados. São as crianças e jovens que frequentam a escola pública, a escola do povo. Essas crianças e jovens, em um mundo com tanta competição, terão dificuldades para ingressar em uma faculdade pública e, consequentemente, de conseguir um bom emprego. É o círculo da miséria se repetindo.
As dificuldades para melhorar essa situação com uma categoria tão desvalorizada, incompreendida, e injustiçada começa com o fato do governo não receber as entidades representativas desses profissionais para, juntos, buscarem uma luz no final do túnel. E ela existe. É só uma questão de vontade política.
Mas a luta va continuar.
Os Profissionais da Educação já apresentaram, desde o início da Campanha Salarial Unificada, por meio de seus representantes, por “n” vezes, a sua pauta de reivindicações, a qual vem sendo reiteradamente ignorada pelos “donos do poder”.
A luta é árdua diante de um governo que não prioriza a educação nem valoriza seus profissionais; que discrimina os aposentados; desrespeita a data-base; paga salários e proventos de fome aos educadores e servidores de apoio; deixa as escolas públicas sem a menor infraestrutura e sem segurança; que envia projetos de lei à Assembleia Legislativa que destroem as carreiras, que não beneficiam a categoria e que iludem a opinião pública, sem nenhuma discussão prévia com as entidades.
É por tudo isso que, neste ano, a Semana do “Dia do Professor”, de 13 a 16 de outubro, será considerada uma Semana de Luto e Luta pela Educação, culminando com a realização de um grande Ato Público, no dia 15, na Praça da República.
Senhor governador! Educação é coisa séria.
Os Profissionais da Educação, ativos e aposentados, por tudo o que fizeram e fazem pela Escola Pública, a sua Escola, a Escola dos nossos filhos, a Escola do Povo, merecem respeito, valorização e uma vida digna, sem precisarem esmolar.
A palavra está com o senhor, governador Serra!
Queremos ser ouvidos! Queremos discutir… Ou radicalizaremos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: