1 de outubro – Dia do Idoso

AINDA TEREMOS UM FINAL FELIZ

Li esta história que vem de terras bem distantes. Lamento não saber a autoria mas, “conta a lenda que, em tempos remotos, quando os homens ficavam velhos demais para trabalhar, os filhos os colocavam nas costas e os levavam até o topo de uma serra. Então lá os deixavam abandonados, morrendo, bem longe dos seus entes queridos.

Até que um dia, seguindo a tradição, um homem levou o seu velho pai rumo à serra. Antes de largá-lo, porém, deitou o seu pai com cuidado e, com pena, o cobriu com um cobertor. Despediu-se, virou-se de costas, e foi-se embora. De repente, o resignado velhinho, rasgando o cobertor ao meio, o chamou:

– Toma, filho, preciso só da metade.

– Não, pai – fique com todo o cobertor, vai fazer muito frio.

– Filho, é melhor você guardar a outra metade para quando os seus filhos vierem aqui para o abandonar. Então, o angustiado filho pensou: tem razão, quando eu ficar velho os meus filhos também me abandonarão. Então, muito arrependido, tratou de subir a serra bem depressa para colocar seu pai às costas e levá-lo para casa, ao seio da família.

Dizem que, a partir daquele dia, nenhum filho teve coragem de abandonar o pai em condições tão perversa, ficando aniquilada, para sempre, a cruel tradição.”

A população brasileira vai, a passos largos, rumo à velhice. No caminho inverso, estão as soluções para aos inúmeros desafios de quem já envelheceu num lugar que super valoriza a juventude.

Quando o cidadão mais precisa de provisão, medicamentos e segurança, os gestores do nosso País o despreza. Especialmente no magistério, é nítida a intenção em excluir os aposentados de quaisquer benefícios.

É assustadora a falta de sensibilidade da classe política em ignorar as necessidades dos idosos brasileiros tão absurdamente cobrados pelo avançar da idade. Perversa é a realidade para alguns milhões de idosos que não têm a quem recorrer. Contudo, em suas mãos, há uma força que dá esperança. Donos de uma maturidade que só vem com o passar dos anos, sabem, como ninguém, enxergar além, com olhos da experiência. Felizmente, os cidadãos mais velhos são, também, eleitores. Isso faz toda diferença.

Em 2007 Kofi Annan, na época secretário geral da ONU, citou um provérbio africano que diz que “quando morre um velho, desaparece uma biblioteca.” As pessoas idosas são intermediárias entre o passado, o presente e o futuro.

Celebramos o aumento crescente na expectativa de vida de nossa gente. Por outro lado, para o bem das próximas gerações, a educação brasileira deve ser acelerada para assumir, rapidamente a sua função de transmissora de valores num País que precisa ser mais inclusivo, justo e igualitário para os brasileiros de todas as idades. 

Que num futuro próximo nossos governantes olhem para os idosos – e para as consequências de suas injustas leis – assim como aquele homem olhou para o seu resignado pai, e transformem o melancólico rumo desta história num final feliz.

2 respostas para 1 de outubro – Dia do Idoso

  1. Maria das Dores Lima disse:

    É pena que nossos governantes, nem tão jovens estão, mas ainda não perceberam que vão para o envelhecimento. Zé Maria a única diferença é que eles arquitetam seus vencimentos, suas polpudas aposentadorias e tiram de nós professores ( coordenadores, diretores e supervisores) a oportunidade de viver dignamente. Será que nos darão um cobertor para que nós, com espírito de professor, de educador possa devolvê-lo partido pela metade para o futuro deles? Fico na espera: Deus tarda , mas sua justiça não falha.

  2. Ana Fleury disse:

    Muito bom o texto, bem escrito e muito poético, filosófico e verdadeiro. adorei !!! parabéns !!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: