Escola dos anos 50 e 60 era melhor, mas atendia poucos

Fonte: Folha de São Paulo-15-02-2010-pág.C/10-A qualidade da educação brasileira só começou a ser avaliada, de forma empírica, a partir da década de 90. Por isso, para um retrato mais realista das décadas de 50 e 60, é preciso recorrer a documentos da época e, principalmente, entender o contexto histórico que explica nosso atraso em relação a nações desenvolvidas.

A pesquisadora Maria Luiza Marcílio, da USP, fez isso ao escrever o livro “História da Escola em São Paulo e no Brasil”. Para ela, a qualidade do ensino naquela época não era tão maravilhosa quanto às vezes se romantiza, mas é possível dizer que era melhor do que é hoje.

Ela afirma, no entanto, que não se deve esquecer de que a escola pública daquele período era para poucos. Se hoje, segundo o IBGE, 87% das crianças e jovens de 5 a 19 anos estão na escola, em 1960, essa proporção era de apenas 31%.

A pesquisadora destaca que, nas décadas de 1950 e 1960, o ensino público, especialmente nos grandes centros, começa a se beneficiar do investimento feito na formação de professores. As universidades, especialmente USP e UFRJ, nas duas maiores cidades, desempenharam papel importante.

Essa conjunção de uma escola ainda elitista, mas já com professores formados em estruturas mais profissionais, faz com que o período seja lembrado por muitos como uma época de outro da educação pública brasileira.

“Aquela, no entanto, era uma escola excludente, que atendia a uma classe média que exigia qualidade”, diz a pesquisadora.

Ela lembra que o acesso desigual à escola não eram uma peculidaridade do Brasil, mas, na comparação com nações europeias, nosso processo de massificação do ensino começou mais tarde. “Já no início da República, estávamos muito atrasados em relação à Europa e a alguns países da América do Sul, como Chile, Argentina e Uruguai.”

Aquela era uma escola excludente, que atendia a uma classe méida que exigia qualidade”, Maria Lúiza Marcílio – pesquisadora da USP.

Professor deixe seu comentário!

About these ads

Uma resposta para Escola dos anos 50 e 60 era melhor, mas atendia poucos

  1. Ana Carolina disse:

    Não compreendi muito bem o seu texto. Poderia explicar melhor? :)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: